Logo Consultora Financeira Empresarial FININ

Internacionalização via E-commerce: Como alavancar negócios no digital

Hoje, escrevemos sobre a Internacionalização via E-commerce e como pode alavancar o seu negócio no digital.

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) é um plano de investimento do governo português para ajudar a economia a recuperar e se tornar mais resistente a choques futuros, como a pandemia de COVID-19. O PRR inclui vários incentivos para apoiar o desenvolvimento de serviços de suporte aos processos de internacionalização de pequenas e médias empresas (PME) através do comércio eletrónico.

A internacionalização via e-commerce é uma tendência crescente para empresas que procuram aumentar o seu portfólio de clientes. A internacionalização através do e-commerce permite que empresas alcancem novos mercados, oferecendo produtos e/ou serviços a uma base de clientes maior e mais diversificada. Os benefícios da internacionalização via e-commerce incluem o aumento do volume de vendas, a redução dos custos de marketing, a facilidade de atender a uma base de clientes global e a possibilidade de obter novas fontes de receita. Além disso, os consumidores internacionais podem expandir sua base de clientes com muito menos esforço e custo envolvidos que com as vendas internas.

A internacionalização de uma empresa através do comércio eletrónico, ou e-commerce, pode ser uma estratégia eficaz para expandir os negócios e alcançar novos mercados. Existem algumas etapas que podem ajudar a empresa a preparar-se para essa expansão:

  • Pesquise o mercado: Antes de expandir para um novo mercado, é importante pesquisar o mercado para entender as necessidades e desejos dos consumidores, bem como as tendências e a concorrência;
  • Adapte o site para o idioma e moeda do novo mercado: Para atrair os consumidores desse novo mercado, é importante adaptar o site da empresa para o idioma e moeda do país alvo. Isso inclui tradução de conteúdo, modificação de preços e opções de pagamento;
  • Encontre parceiros de negócios locais: É importante estabelecer relacionamentos com parceiros de negócios locais, como prestadores de serviços de envio ou empresas de marketing, para ajudar a empresa a estabelecer-se no novo mercado;
  • Ofereça suporte ao cliente no idioma local: Os consumidores geralmente preferem realizar compras em sites que oferecem suporte no seu idioma. Por isso, é importante oferecer suporte ao cliente no idioma local para garantir a máxima satisfação do cliente;
  • Siga as leis e regulamentações locais: É importante estar ciente das leis e regulamentações do país alvo para garantir que a empresa esteja a operar de forma legal e ética. Isso inclui leis sobre impostos, regulamentações de privacidade e proteção ao consumidor.

Com planeamento rigoroso, cuidado e com foco no atendimento ao cliente, a internacionalização via e-commerce pode ser uma forma eficaz de expandir os negócios e alcançar novos mercados.

OBJETIVO

Contribuir para promover o comércio eletrónico em novas exportadoras e em empresas que já se encontram no comércio internacional.

  • Criar um plano de marketing digital para promover o comércio eletrónico. O plano deve abranger estratégias de SEO, publicidade online, anúncios pagos, redes sociais, e-mail marketing, marketing de conteúdo e outras táticas de marketing digital;
  • Oferecer formação e orientação especializada às pessoas para ajudá-las a entender e aproveitar as diversas oportunidades do comércio eletrónico;
  • Promover o uso de plataformas online para ajudar as empresas a criar seus sites e-commerce;
  • Investir em campanhas publicitárias para promover o comércio eletrónico e desenvolver produtos e serviços que possam ser vendidos no online;
  • Criar conexões com consumidores e clientes internacionais através de redes sociais e e-mail marketing;
  • Utilizar ferramentas de análise de dados para entender melhor as necessidades e comportamentos dos consumidores internacionais;
  • Desenvolver parcerias com outras empresas para promover e compartilhar novas oportunidades de comércio eletrónico;
  • Criar e manter contactos com prestadores de serviços de pagamento online para fornecer aos clientes diversos métodos de pagamento;
  • Utilizar táticas de SEO para ajudar a aparecer nas pesquisas de forma mais eficiente;
  • Investir em ferramentas que ajudem na monitorização do crescimento, das vendas e a perceber melhor o mercado internacional.

O QUE É?

Investimento no desenvolvimento de serviços de suporte aos processos de internacionalização de pequenas e médias empresas (PME) pode ser uma estratégia valiosa para ajudar essas empresas a crescer e expandir seus negócios noutros países. Algumas formas de investimento nesse tipo de serviço incluem a sensibilização das PME sobre os benefícios e desafios da internacionalização, a capacitação desses negócios para operar num ambiente global e a prestação de serviços no âmbito da consultoria especializada para ajudá-los a planear e implementar as estratégias de internacionalização. Esse tipo de investimento pode ser feito por governos, organizações sem fins lucrativos, instituições financeiras e outras empresas. Com duas vertentes:

  • A internacionalização de pequenas e médias empresas (PME) através do comércio eletrónico pode ser uma estratégia eficaz para expandir os negócios noutros países. Um programa para aprofundar a promoção do comércio eletrónico para novas exportadoras pode incluir diversas ações, tais como:
  • Formação para as PME sobre como utilizar plataformas de comércio eletrónico, nomeadamente utilizar as redes sociais, o e-mail marketing e outras técnicas de marketing digital para atrair e converter clientes em novos mercados;
  • Acesso a ferramentas e recursos para ajudar as PME a construir e promover as suas lojas online e desenvolver estratégias de marketing digital para os novos mercados;
  • Orientação sobre questões legais e regulatórias que possam afetar a venda de produtos para outros países;
  • Apoio para as PME a identificar e a se conectar com potenciais clientes noutros países através da otimização dos sites para os motores de busca em idiomas e localidades específicas;
  • Orientação sobre como gerir a logística de envio e entrega de produtos para o exterior;
  • Assessoria para as empresas avaliarem o potencial de crescimento em novos mercados e identificar oportunidades de negócio;
  • O lançamento de um novo programa de apoio individualizado de promoção digital orientado para a diversificação de mercados para empresas que já tenham experiência internacional consolidada pode ser uma estratégia eficaz para ajudar essas empresas a ampliar a sua presença em novos mercados.

O sucesso desse tipo de programa pode depender de vários fatores, incluindo o nível de interesse das PME em explorar o comércio eletrónico como uma estratégia de internacionalização, bem como a qualidade e a adequação dos recursos e apoios oferecidos pelo programa.

PARA QUEM?

Pequenas e médias empresas (PME).

Resumo do último aviso aberto:

FINANCIAMENTO

Taxa de incentivo até 50% (a fundo perdido) sobre as despesas elegíveis apuradas, de acordo com as seguintes tipologias:

  • 10.000 € a 25.000 €, para projetos enquadrados na tipologia “Novas Exportadoras”
  • 25.000 € a 85.000 €, para projetos enquadrados na tipologia “Mais Mercados”

PRAZO

As candidaturas encontram-se abertas até à receção do número de candidaturas limite apurado em função da dotação orçamental.

QUAIS AS DESPESAS ELEGÍVEIS?

A) Aquisições de equipamentos e software diretamente relacionados com a implementação do projeto.

B) Despesas relacionadas com a aquisição de serviços a terceiros tais como:

b1) Estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;

b2) User-Centered Design (UX)

b3) Plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-commerce;

b4) Criação de lojas próprias online, inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos;

b5) Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA);

b6) Social Media Marketing;

b7) Content Marketing;

b8) Display Advertising;

b9) Mobile Marketing;

b10) Business Inteligence e Web Analytics;

C) Custos com pessoal técnico diretamente afeto à implementação do projeto, devendo ser evidenciadas as competências/valências em e-commerce e marketing digital e corresponder a um nível mínimo de qualificação VI (QNQ).

As candidaturas a este apoio vão abrir em breve. Quer ser informado sobre a data de abertura? Contacte-nos!

A EQUIPA FININ CONSULTING ESTARÁ AO SEU LADO PARA GARANTIR O SUCESSO DA SUA CANDIDATURA!

Compartilhe nas mídias:

Facebook
WhatsApp
Pinterest

FININ Consulting

Ao seu lado para garantir o sucesso da sua empresa!

Logo Consultora Financeira Empresarial FININ

Menu

Nós Ajudamos

Da elaboração do seu Plano de Negócios à otimização do seu lucro e estratégias de crescimento — traga-nos suas questões, nós temos as soluções.